Agora que você já sabe os benefícios de substituir produtos industrializados por naturais (leia AQUI), que tal colocar em prática a sua versão mais saudável? Para dar aquele empurrãozinho amigo, ensinamos uma receita de molho de tomate caseiro, que pode ser a base para várias criações culinárias. E o bacana: você pode congelar e usar quando precisar!

Ingredientes:

– 1kg tomates italianos (aqueles mais compridos/ovais)
– 2 cebolas grandes
– 3 colheres de sopa de azeite
– Sal e pimenta do reino a gosto

Como fazer:

A primeira etapa é preparar os tomates pelati. Coloque uma panela de água para ferver. Em paralelo, lave os tomates e, em cada um, com uma faca faça um “X” numa das pontas e um risco até o outro lado. Pegue uma vasilha grande com bastante gelo e deixe por perto. A água ferveu? Vá colocando os tomates e, assim que começarem a “soltar” a pele, retire com uma escumadeira e jogue na vasilha com gelo para dar um “choque térmico”. Tire a casca (estará bem fácil de puxar) e as sementes. Reserve.

A segunda etapa é preparar o molho. Corte as cebolas em fatias finas e frite no azeite até dourar. Bata os tomates em um liquidificador (se preferir, use o modo “pulse” para deixar pedaços maiores) e despeje na panela. Quando ferver, baixe o fogo e deixe por 1h30 a 2 horas, mexendo a cada 10 minutos.

Dica (acidez): Coloque uma cenoura inteira descascada dentro da panela, isso tira acidez e fica uma delícia. Se ainda achar ácido o molho, uma pitada de açúcar é bem-vinda.

Dica (congelar): Depois de pronto, divida o conteúdo em potinhos de vidro com tampa hermética (bem lacrado) e leve ao congelador. Como o molho expande, não encha até em cima, deixa aproximadamente 1/5 do pote vazio.
Validade: na geladeira, dura 15 dias. No freezer, até 3 meses.

Um brinde à sua saúde!

Siga-nos ou curta este Post
error0
Termos de uso
Política de privacidade

Termos de uso

Política de privacidade

Termos de uso

Política de privacidade

Warning: Use of undefined constant blog - assumed 'blog' (this will throw an Error in a future version of PHP) in /var/www/html/wp-content/themes/filoo/single.php on line 174

Filóo - Todos os direitos reservados