Benefícios do chocolate para saúde

Benefícios do chocolate para saúde

 

Vivemos com o chocolate uma relação de amor e ódio. Por um lado, é difícil resistir a doçura e riqueza de seu gosto. Por outro, sabemos que comer chocolate em excesso atrapalha a dieta devido ao seu conteúdo calórico e gorduroso. Entretanto, trazemos boas notícias: estudos recentes sugerem que o chocolate contém compostos associados a uma série de benefícios à saúde. Confira a seguir.

Agora, os cientistas estão compreendendo que o chocolate é, na verdade, um alimento bastante complexo e pode ser benéfico à saúde. As vantagens do consumo de chocolate são as seguintes:

Principais Benefício do Chocolate

  • Fonte de antioxidantes: o cacau tem uma grande concentração de flavonoides, que são antioxidantes associados com a redução do risco cardiovascular.

  • Fonte de minerais: o chocolate amargo é rico em minerais como ferro, potássio, zinco e selênio

  • Redução da pressão arterial: estudos indicam que a ingestão diária de cacau e derivados poderia contribuir para a redução da pressão arterial. Isso ocorreria pela ação dos flavonóides, que promovem a vasodilatação.

  • Melhora da cognição: estudos indicam que a ingestão de cacau ou chocolate tem efeito positivo na vascularização do cérebro. Pode contribuir para a performance cognitiva em indivíduos saudáveis.

  • Redução do estresse: a conhecida história de que ingerir chocolate pode melhorar o estresse da TPM faz todo o sentido neurofisiológico. O chocolate contém compostos ativos que aumentam a capacidade do cérebro de se manter alerta, reduzem o estresse, e ainda aumentam a produção de serotonina, um neurotransmissor que promove a calma.

Então, estamos livres para nos empanturrar de chocolate? Não é bem assim. É preciso lembrar que os chocolates, especialmente os industrializados, são fontes de muito açúcar e triglicérides. Em excesso, podem resultar em uma alimentação desequilibrada.  Além do mais, uma boa parte dos efeitos benéficos do cacau se deve aos flavonoides, que tem um gosto amargo. Durante o processo de produção de chocolates mais doces, os flavonoides são, em grande parte, eliminados.

O chocolate ao leite tem a vantagem de ter uma maior concentração de cálcio, mas os efeitos benéficos do cacau são perdidos. Já os chocolates meio-amargos e amargos podem apresentar os benefícios listados acima. Também é importante prestar atenção na confiabilidade da marca: produtos de baixa qualidade podem conter metais pesados como cádmio e chumbo.

Qual a quantia de chocolate que posso ingerir por dia?

De modo geral, o recomendado é ingerir diariamente uma pequena quantidade de chocolate com acima de 70% de cacau. É interessante calcular a quantidade de calorias ingeridas para descontar em outra parte da alimentação. Se você é alguém que sente anseio por doces em algum momento do dia, comer chocolate meio amargo pode ser uma opção mais saudável, se comparado a outros doces.

Felizmente, podemos fazer as pazes com nosso amado chocolate. É importante apenas escolher o tipo que realmente traz benefícios para a saúde, o amargo, e ter moderação ao consumi.-lo.

 

Alimentos ideais para o café da manhã

Alimentos ideais para o café da manhã

Sabe o que é melhor do que uma refeição saudável? Uma refeição saudável que você goste. Selecionamos alimentos de diferentes grupos para você compor cardápios matinais pra lá de inspiradores. E deixar sua semana (sua vida!) muito mais saborosa.  

Veja o que cada um oferece:

Pão integral: Carboidrato complexo (fonte de energia), possui fibras, vitaminas e minerais, melhora a sensação de saciedade e diminui o tempo de absorção do açúcar da refeição, o que ajuda no controle glicêmico.

Cereais Integrais (aveia, chia, linhaça, granola e quinoa): Ricos em fibras e minerais, auxiliam o funcionamento do intestino, melhoram os níveis de colesterol e aumentam a sensação de saciedade.

Leite e iogurte: Fontes de Cálcio, contribuem para o desenvolvimento do tecido ósseo e prevenção de osteoporose. Há opções sem lactose, sem colesterol e leites vegetais, para intolerantes à lactose, vegetarianos, entre outros.

Queijo: Fonte de Cálcio e proteína. Quanto mais branco, menor o teor de gordura (ricota, minas, cottage) e quanto mais amarelo, mais gorduroso (muçarela, parmesão, prato, cheddar)

Frutas in natura: Ricas em vitaminas, minerais e fibras, podem ser consumidas sozinhas, com produtos lácteos, cereais integrais e na forma de sucos ou shakes.

Ovo: Rico em proteína, como a albumina, que auxilia na manutenção da massa muscular, contém nutrientes essenciais para o nosso corpo. Pode ser consumido quente (deve haver cuidado com a contaminação pela Salmonella), mexido ou em forma de omelete.

Café: Bebida estimulante, promove disposição e energia. É termogênico natural, acelera o metabolismo. Procure consumir sem açúcar.

Os benefícios do café da manhã

Os benefícios do café da manhã

Welcome to WordPress. This is your first post. Edit or delete it, then start writing!

Começar o dia com uma alimentação saudável é muito importante. É a primeira refeição após o jejum noturno, período entre a última alimentação (jantar ou ceia) e o café da manhã (por isso chamado “desjejum”).

Mesmo durante o sono, nosso organismo continua em atividade, mantém as funções básicas como respiração, circulação sanguínea e batimentos cardíacos. Com isso, nosso corpo gasta energia. Quem já subiu em uma balança à noite e, no dia seguinte se surpreendeu ao perceber que “emagreceu” dormindo?

Quando acordamos, outras funções despertam, o que resulta em uma maior demanda energética. A refeição matinal repõe o que foi gasto durante esse período, além de fornecer nutrientes para realizarmos as atividades diárias de forma produtiva. E mais: diminui a compulsão alimentar no final da tarde e a vontade de comer excessivamente nas refeições. Como foi seu café da manhã hoje?

Outros benefícios:

– Aumenta o desempenho intelectual e a atenção;

– Melhora o metabolismo;

– Equilibra o plano alimentar;

– Colabora para o desenvolvimento infantil;

– Promove hábitos saudáveis;

– Repõe energia e nutrientes;

– Auxilia no controle do peso.